Você já reparou que os grandes profissionais têm uma ótima capacidade de comunicação? Se sim, deve ter reparado também que eles conseguem não só falar para grandes públicos, como conseguem passar suas ideias de maneira clara nas conversas do dia a dia.

Isso é o que chamamos de comunicação assertiva. Essa capacidade de passar a informação para outras pessoas, sem que haja qualquer atropelo no caminho. Dito dessa forma, ela parece uma competência necessária aos profissionais que querem alcançar o sucesso na carreira, não é mesmo?

Se você é um desses profissionais com ambição e quer aprender mais sobre o assunto, nesse artigo vamos contar tudo o que você precisa saber sobre a comunicação assertiva. Confira!

O que é a comunicação assertiva?

De uma maneira simples e direta, uma comunicação assertiva é aquela com um objetivo pré-definido, que é passado para as outras pessoas sem que ocorram equívocos, falhas de comunicação ou hesitação.

Isso é conseguido por meio de uma clareza de objetivos que é passada na fala, além de ser primordial que o interlocutor utilize uma linguagem cuidadosa e esteja aberto para se comunicar com honestidade, sem julgamentos e levando em consideração o ouvinte.

A comunicação assertiva é uma habilidade essencial para cargos de liderança e para profissionais que queiram alcançar crescimento em suas carreiras.

Qual é a importância da comunicação assertiva?

Podemos listar, inicialmente, dois grandes benefícios da comunicação assertiva: passar uma informação sem que ocorram erros de comunicação e uma melhor defesa de pontos de vista essenciais de serem alinhados, sem imposição.

Evita erros

Qualquer informação passada, de maneira clara, evita que sejam entendidas coisas para além do que é necessário. Nesse caso, a redução de erros ocorre pela habilidade que o emissor tem de passar a mensagem ao receptor, de maneira que ele entenda.

Defesa um ponto de vista

A outra importância da comunicação assertiva é a defesa de pontos de vista, ou argumentos. Por meio da habilidade de oratória, explorando os vários tipos de fala que podem ser usados e buscando atingir o receptor de maneira direta, é possível passar uma ideia e fazê-la ser aceita, sem que seja imposta e acarrete em resistência depois.

Qual é o impacto da comunicação assertiva na carreira?

Como já foi apontado no início, podemos perceber uma ligação direta entre profissionais bem-sucedidos e sua habilidade de comunicação. É quase como se essa destreza fosse um requisito para o sucesso.

E, na realidade, ela é!

Quando tratamos de trabalhos mais operacionais, o que realmente conta nas ações é a habilidade técnica do profissional. Entretanto, à medida que as operações sobem de complexidade, chegando aos níveis estratégicos das empresas, é preciso algo mais.

Basicamente, esse algo mais é a capacidade de se relacionar com outras pessoas e liderar equipes, o que passa diretamente pela comunicação assertiva e seus benefícios no ambiente de trabalho.

Como desenvolver uma comunicação assertiva?

A comunicação assertiva não é um talento inato, mas sim fruto do desenvolvimento profissional e de trabalho constante. Logo, é possível desenvolvê-la, mesmo que você tenha ouvido falar sobre esse assunto apenas lendo esse texto.

Alguns caminhos são clássicos para adquirir novas competências. São eles: os cursos e workshops, os treinamentos, as práticas constantes e os feedbacks.

Vamos ver cada um deles individualmente?

Cursos e workshops

Sempre que precisamos desenvolver alguma habilidade, uma ajuda profissional especializada é um ótimo auxílio. Nela podemos encontrar profissionais capacitados, que têm experiência na área e sabem como fazer o ensino.

Nesse caso, cursos são uma ótima maneira de ter conteúdos programáticos que vão auxiliar no caminho para alcançar a comunicação assertiva. Por outro lado, na falta de tempo para acompanhar cursos mais longos, os workshops são uma forma rápida e interessante de entrar em contato com o que o mercado tem para oferecer sobre o assunto.

Treinamento

Como no processo de aprendizado não adianta apenas conhecer o que se quer praticar, mas também ser ensinado como fazer, o treinamento é uma boa opção para buscar o autoaperfeiçoamento.

Com práticas estruturadas, dentro de uma metodologia já testada, é possível desenvolver as habilidades que se deseja, inclusive a de comunicação, durante um treinamento.

Lembrando que o treinamento não precisa, necessariamente, ser ministrado por profissionais (apesar de ser mais eficiente assim), mas pode ser feito por meio da criação de metas individuais e exercícios simples, criados pela própria pessoa — como, por exemplo, convencer o chefe a criar um programa de incentivos na empresa.

Práticas

Praticar, praticar e praticar. Era assim na escola, para aprender matemática, e é assim hoje, para comunicar-se assertivamente.

Não dá para fugir da prática. Mesmo depois de fazer vários cursos e de seguir uma rotina rígida de treinamentos, a prática constante é o que, seguramente, manterá afiadas as suas habilidades como comunicador.

Até mesmo uma espada, quando não usada, enferruja. Quem dirá das habilidades desenvolvidas por seres humanos, não é mesmo?

Feedbacks

Por fim, para uma vigilância constante do seu desenvolvimento pessoal, é importante contar com a ajuda das pessoas que convivem com você no dia a dia. Elas são uma fonte rica de informações, podendo servir de alerta sobre avanços ou retrocessos.

Isso pode ser feito por meio dos feedbacks. Tanto em uma conversa de corredor — perguntando como você se saiu na última reunião — quanto por meio de apontamentos mais criteriosos de um amigo mais metódico, esses retornos são úteis para você e servem para medir seu impacto nas demais pessoas.

Dado o que explicamos nesse artigo, você já deve ter percebido que comunicar-se de maneira clara é um requisito para alcançar o sucesso. Entretanto, não é fácil adquirir essa habilidade, sendo muitas vezes necessário contar com a ajuda de profissionais.

Além disso, manter uma comunicação assertiva através dos anos requer vigília constante, mas os resultados são muito benéficos para a carreira de quem o faz.

Por falar em carreira e habilidade dos profissionais, nós temos um artigo que pode interessar você, profissional ambicioso: Qual perfil profissional é preciso ter para crescer no mercado de trabalho atual. Confira!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são necessários *