Você já pensou que o autoconhecimento profissional pode ser um plus para o desenvolvimento de sua carreira? Designar esforços para investir no autoconhecimento é ter a consciência de que muitos âmbitos de sua vida poderão sofrer influências positivas e encontrar reais oportunidades de se desenvolver.

Ficou curioso para saber como o autoconhecimento pode ajudar a sua carreira? Então confira o post que preparamos para você!

O que é o autoconhecimento

Para compreendermos o que é o autoconhecimento e a sua importância, podemos voltar a séculos a.C., época em que essa ideia já era discutida por grandes filósofos como Sócrates e Platão. Curiosamente, Sócrates nada escreveu. Essa tarefa ficou para Platão, seu discípulo, que registrou boa parte do que aprendeu com o mestre.

Sócrates teria tomado a frase escrita na entrada do templo de Delfos como inspiração para o desenvolvimento de sua filosofia — “conhece-te a ti mesmo”. Portanto, Sócrates acreditava no cuidado sobre si mesmo como uma marca para modificar sua consciência sobre as relações e, consequentemente, evoluir.

Claro que todo esse ensejo não é uma verdade concreta que traz fórmulas ou respostas prontas. No entanto, é uma alternativa que propicia uma mudança que começa dentro de si mesmo e reflete para fora, para modificar, aos poucos, o relacionamento consigo mesmo e com os outros.

Uma das estratégias de Sócrates para conhecer-se consiste na prática do dialogismo. Dessa forma, o seu interlocutor poderia perceber os equívocos no discurso e o próprio locutor poderá se corrigir a partir dessas percepções e inconsistências.

Atualmente, temos processos muito parecidos que auxiliam no desenvolvimento do autoconhecimento pessoal e profissional — como, por exemplo, orientações psicológicas, serviços de coaching, mindfulness ou o próprio exercício da meditação. Essas são técnicas que têm ganhado um grande espaço na vida de muitos profissionais.

Autoconhecimento pessoal

Para a vida pessoal, o autoconhecimento é uma ferramenta essencial para melhorar a qualidade de seus relacionamentos. A partir do momento em que conhecemos a nós mesmos por meio de uma análise profunda, a vida cotidiana ganha outro sentido.

Quando partimos para a autoanálise, passamos a analisar alguns pontos na vida que precisamos melhorar, modificar ou excluir dentro dos relacionamentos, nas emoções, nas expectativas que criamos e na saúde.

Ao olhar para si mesmo, é importante que você não se deixe levar por julgamentos severos ou punitivos, mas que aprenda a olhar-se com autocompaixão, com gentileza e respeito por suas experiências passadas, reconhecendo como elas foram necessárias para que você se transformasse na pessoa que é hoje.

Por isso, dentro da nossa busca pelo bem-estar e pela saúde mental e física, o autoconhecimento é a maneira mais efetiva de obter resultados positivos.

Autoconhecimento profissional

Para o desenvolvimento profissional, o autoconhecimento é a ferramenta que garantirá o seu sucesso profissional aliado ao bem-estar no trabalho. Por isso, é preciso que cada indivíduo perceba quais são seus pontos positivos e quais precisam ser melhorados.

Assim, a partir de suas impressões, será possível encontrar competências e habilidades que o ajudarão a aprimorar-se como profissional, a ter segurança em suas decisões, em suas falas e na hora de executar tarefas e otimizar os resultados.

É preciso, nesse processo, muita determinação e foco. É um trabalho feito em etapas, mas que gera grande satisfação quando os resultados começam a surgir. Outro fator importante é identificar os verdadeiros objetivos e metas para a vida profissional, fazendo uma reavaliação do plano de carreira e analisando as possibilidades de crescimento.

O plano de carreira é algo que nunca está terminado, pois sempre há a possibilidade de adaptá-lo às mudanças que ocorrem em sua vida — o autoconhecimento definirá o que serve e o que não serve mais para seus verdadeiros planejamentos.

Como trabalhar o autoconhecimento

Há diversas formas de trabalhar em prol do autoconhecimento. O importante é encontrar a maneira mais confortável para você. Veja abaixo algumas dicas:

Faça listas

Coloque seus questionamentos e dúvidas em tópicos, assim você poderá organizar-se melhor. No caso de sua carreira, descreva seus anseios, suas inseguranças e os pontos positivos de seu trabalho.

Questione-se

Neste momento, você deve estar aberto para as próprias dúvidas.

  • Quais problemas você tem no trabalho?
  • Como você lida com a pressão?
  • Qual foi o momento mais importante de sua semana?
  • Qual é a sua melhor habilidade?
  • Quais pontos no trabalho você precisa melhorar?
  • Se tivesse a chance e ganhasse na loteria, qual seria o seu primeiro investimento?

A partir das respostas, você poderá se conhecer melhor e ver que as oportunidades estão ao seu lado, basta disposição para aproveitá-las.

Analise suas relações interpessoais

O modo como lidamos com outras pessoas diz muito mais sobre nós do que imaginamos. Como anda a sua paciência ultimamente? Você se sente seguro em apresentar-se em público ou em desenvolver a comunicação com seus colaboradores? A sua linguagem corporal anda comprometida graças ao nervosismo?

Esses são pontos significativos que podem dizer onde e como buscar ajuda. Caso você tenha dúvidas, há trabalhos de orientação, treinamentos e coaching que podem trazer um resultado muito positivo em seu processo de autoconhecimento e, consequentemente, em sua carreira — trazendo uma infinidade de benefícios.

De onde vem o aprendizado

Você passará a reconhecer o seu passado como uma oportunidade de crescimento e verá nos próprios erros o aprendizado. Durante o percurso da carreira profissional, muitos equívocos são cometidos, mas o que importa é o conhecimento que a experiência traz.

A experiência não equivale apenas ao tempo em que você trabalha. Experiência representa como você lida com as práticas do dia a dia e o quanto você investe em seu desenvolvimento.

Quais são os benefícios da inteligência emocional

Somos seres sociáveis e nos construímos a partir das relações interpessoais. É dessa forma que constituímos a nossa imagem para nós mesmos e para os outros.

Porém, devido às próprias demandas, as pessoas passam a exigir muito de si mesmas, procurando manter o controle das boas relações em todos os ambientes, mas essa não é uma tarefa fácil — na verdade, essa é uma tarefa quase impossível.

Por isso, nesse momento, principalmente ao lidar com os colaboradores, é importante desenvolver inteligência emocional — ou seja, uma boa administração dos pensamentos, das ações e das reações que determinam nosso comportamento.

Com o equilíbrio emocional, você poderá enfrentar situações difíceis sem perder o controle ou deixar que os sentimentos de ansiedade sobreponham as suas decisões.

Como o autoconhecimento melhora os relacionamentos

O autoconhecimento promove uma mudança que vem de dentro para fora e, consequentemente, suas relações com outras pessoas também serão beneficiadas e suas decisões serão mais sinceras consigo mesmo.

Sua relação com os colaboradores ganhará um novo significado, mais inspirador e humanizado. A empatia será um exercício diário que virá naturalmente, por meio do conhecimento de si próprio e de como suas ações interferem no clima organizacional.

O aprendizado é um caminho que sempre deve estar ligado ao nosso autodesenvolvimento e, por isso, aprender sobre si mesmo é essencial.

Gostou de nossas dicas sobre como o autoconhecimento profissional pode ajudar em sua carreira? Gostaria de saber mais sobre o assunto?

Siga-nos no Facebook, no YouTube, no Twitter ou no LinkedIn e fique sempre por dentro das nossas novidades!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são necessários *