Você já se viu em uma situação em que estava tentando se encaixar em um padrão imposto?

Vivemos num mundo onde a padronização de comportamentos, atos, falas e rótulos está em alta, ou seja, ou você se enquadra ou uma série de frustrações irão acontecer.

Observamos diversos cursos de liderança no mercado que ensinam modos, formulas e métodos que funcionam para algumas pessoas. Mas acredito que o que faz um bom líder é o que eu chamo de “IIC” que é sua capacidade de Inovar, Inspirar e Criar.

“Na última turma do AT – Autoliderança Transformadora, tivemos um executivo/líder que sofria com problemas de rejeição e mal conseguia falar sobre isso, obviamente, com um clima favorável conseguiu falar, mas não conseguia entender o porquê desse incomodo tão grande…”

Para realizar o “IIC” com sucesso, devemos nos atentar à um processo que o precede, um processo simples, mas que faz toda a diferença, a Autoliderança.

O Processo de Autoliderança é fundamental para qualquer pessoa, mas principalmente para líderes que precisam inspirar outras pessoas. O processo permite conhecer os próprios limites, as pontes mais difíceis de atravessar, as emoções e suas reações, o que elas causam, lhe proporciona o olhar para dentro, conhecer as adversidades que nos acompanham e que nos travam nos momentos mais importantes da nossa vida, tornar consciente os desafios internos (muitas vezes, vivenciadas na infância), possibilita limpezas profundas e mudança de padrão, mas, isso só é possível por meio do processo de ressignificação e perdão.

Para você ter uma ideia de quanto isso é fundamental, na última turma do AT – Autoliderança Transformadora, tivemos um executivo/líder que sofria com problemas de rejeição e mal conseguia falar sobre isso, obviamente, com um clima favorável conseguiu falar, mas não conseguia entender o porquê desse incomodo tão grande, ele realizou uma experiência profunda e conseguiu lembrar de fatos da sua infância onde sempre era interrompido com autoritarismo pelo seu pai, na ocasião era impedido de completar suas ideias e ainda por cima era chamado de “moleque abusado”. Acontece que esse “moleque abusado” cresceu e se tornou um líder, autoritário, somente suas ideias tinham que prevalecer e eram as únicas capazes de solucionar as questões da empresa, por conta deste comportamento, era ignorado e rejeitado pelos pares e subordinados, sua arrogância, não era aceita no dia a dia e muito menos nos momentos de descontração após expediente.

No curso AT, ele tornou consciente esse fato e conseguiu enxergar que estava apenas repetindo um comportamento de uma pessoa importante na sua vida.  E o melhor, conseguiu perdoar seu pai e ressignificar aquele comportamento para que finalmente não se repetisse. Através da sua experiência vivencial, mudou e percebeu o quanto era auto-prejudicial.  Hoje ele é outra pessoa, consegue valorizar o que tem de bom em si e enxergar essa bondade no outro.

Por isso, eu digo, como é fundamental esse autoconhecer, só enxergamos no outro o que temos dentro de nós… E cada vez mais as empresas estão valorizando pessoas com características únicas e que são capazes de inspirar as melhores qualidades em outras pessoas, para que assim a produtividade aconteça naturalmente e a performance sobressaia através da nova energia que irá contagiar todos em sua volta.

 

CONHEÇA O AUTOLIDERANÇA TRANSFORMADORA

 

 

Luciana Passadori é palestrante, especialista em Liderança Intrapessoal, Ser Integral, Qualidade de Vida, Consultora, Colunista da Revista – Setor Recursos Humanos, Terapeuta Familiar – especialista em Reeducação Emocional através da Inteligência Emocional, Advogada com especialização em Direito de Família e em Psiquiatria Forense pelo NUFOR/USP há 20 anos, pós-graduada em Psicologia Transpessoal. Possui formação em Coaching Integrado – Coaching Executivo, Life Coaching pelo ICI Integrated Coaching Institute – Credenciado pelo ICF International Coach Federation, formação em DISC Profiler pelo instituto 3G e ainda, diversos cursos na área de Desenvolvimento Humano, Autoconhecimento e Autoliderança.  É também, especialista e coordenadora do curso Autoliderança Transformadora na Passadori Educação e Comunicação.

Graduado em Administração de Empresas pela FGV-SP e pós-graduado em Marketing pela FGV-SP.

Possui mais de 20 anos de experiência como executivo de Vendas & Marketing, em empresas de consumo e serviços, tais como: Johnson & Johnson, Seagram do Brasil, Schincariol, PH Arcangeli Cosméticos e Editora Abril.

Atua há mais de 7 anos como Consultor e Facilitador de Treinamento nos temas: Liderança, Gestão de Vendas, Vendas Consultivas, Influência e Negociação, Comunicação Não-Violenta, Excelência no Atendimento a Clientes e vários temas de Marketing.

Practitioner em PNL pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística e formado no programa EMPRETEC do SEBRAE/ONU.

Faltam poucos dias para o segundo turno das eleições presidenciais e o momento é de acirramento político. O problema é que muitas pessoas usam as redes sociais não só para descontração, mas também para emitir opiniões e, pior, partir para agressões.

Um alerta a ser feito é que uma ação que aparenta ser apenas de cunho pessoal pode também prejudicar o campo profissional. Por isso, é importante tomar os devidos cuidados para não deixar que excessos, mensagens e fotos inadequadas prejudiquem sua vida profissional, ou mesmo as relações familiares.

“De acordo com o especialista em comunicação verbal Reinaldo Passadori, para evitar as brigas, não é preciso sair de todas as redes sociais. Em vez disso, ele defende o uso inteligente dessas ferramentas. “Você pode colocar suas ideias, emitir suas opiniões, mas sempre com consciência e com civilidade”, afirma. Veja a seguir algumas orientações do especialista sobre como se comportar nas redes sociais”.

1. Perceba que limites são necessários

É muito simples, no novo mundo online os valores devem ser os mesmos do mundo real. Muitos estão descobrindo essa realidade e acham que não existem leis, contudo, não é bem assim, por isso os cuidados devem ser similares aos que tomamos em nosso dia a dia, nos passeios, no trabalho ou em casa.

2. Foque no positivo

Muitas pessoas debatem o problema dos outros, não seria melhor defender as qualidades do lado que defendem? O recomendável é valorizar e dar foco adequado ao que é positivo e evitar exposições desnecessárias.

3. Evite debates políticos mais tensos e brigas

Não há problema alguma em emitir opiniões, contudo, em tempos de polarização, vemos muitas brigas e exposições desnecessárias. Dificilmente, mensagens em redes sociais mudarão opiniões de pessoas, muito pelo contrário, poderá ser vetor de ódio.

Melhore sua escrita. Conheça a oficina Redação Empresarial!

4. Respire fundo antes de responder

Ao ver uma mensagem, não precisa responder imediatamente, principalmente se estiver nervoso. Por isso, não responda no calor do momento. Uma opção é escrever o que pensa, mas deixar para enviar quando estiver mais calmo, relendo antes de mandar. Na maioria das vezes, você perceberá que a resposta era desnecessária ou descabida.

5. Fuja da fake news

Evite ser um replicador de informações falsas. Nesta época, estão se multiplicando informações que não condizem com a verdade. Por isso, tenha cuidado ao enviar informações. Lembre-se sempre de conferir a fonte e, se for curtir uma página ou participar de uma comunidade, pesquise antes e evite aquelas que incitem o ódio ou o preconceito.

6. Não faça para o outro o que não quer para você

Antes de expor qualquer pessoa, pense bem: como você se sentiria na posição do outro na hora que receber a mensagem? Se a pessoa te ofendeu, uma alternativa pode ser responder a mesma no particular, estabelecendo um limite na exposição.

7. Lembre-se: política passa

Cedo ou tarde, o momento político que estamos vivendo irá passar e teremos de nos adequar a uma realidade definida democraticamente. Sendo assim, pense se vale a pena se desgastar com as pessoas por causa da política. Lembre-se: opiniões podem ser diferentes, sem interferir no afeto.

Fale melhor em público. Conheça a nossa oficina de apresentação!

Consultor especializado em técnicas de apresentação. Formado em Direito pela USP, Empreendedorismo e Inovação pelo programa Stanford Ignite e Storytelling pela IDEO, além de ser practitioner em PNL (Programação Neuro-Linguística) pela SBPNL.

Já realizou vários trein‍‍‍amentos sobre como falar em público e treinei desde palestrantes do TEDxSãoPaulo até executivos de grandes empresas.

Estão abertas as inscrições para o novo curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Comunicação e Oratória em parceria com a Unoeste. O programa, pioneiro no país, tem como missão, oferecer aos participantes, importantes conhecimentos e instrumentos necessários para uma comunicação eficaz.

Um dos temas abordados é a revolucionária Metodologia F.A.L.A.R., o aluno também aprenderá técnicas para uma comunicação eficaz, e ainda, aperfeiçoará a sua comunicação em suas várias instâncias, saindo preparado para ministrar aulas, palestras, cursos, workshops e seminários na especialidade de Comunicação Verbal.

O curso proporcionará uma série de benefícios profissionais e pessoais para os participantes e as inscrições podem ser feitas clicando no botão a seguir.

Veja a seguir alguns dos objetivos principais:

  • Capacitar o profissional para realizar apresentações, conceder entrevistas, negociar, liderar, fazer a gestão de pessoas e processos;
  • Identificar e incorporar novas técnicas e práticas que facilitem a relação intrapessoal e interpessoal nas organizações;
  • Contribuir para a formação profissional do aluno a fim de torná-la compatível com o atual mercado de trabalho, que exige além da sólida formação acadêmica e experiência, habilidades em comportamento e comunicação;
  • Apresentar técnicas para o aperfeiçoamento da comunicação oral e da expressividade.

 

A Passadori está cheia de novidades para este fim de ano e mais uma está programada para o próximo dia 06 de outubro: o Workshop Comunique-se em 8X4, que acontece na sede da empresa das 08h30 às 17h30.

É uma grande oportunidade de em um sábado aprender sobre quatro importantes campos do saber relacionados a comunicação com importantes e renomados profissionais. Isso mesmo, o participante terá 8 horas de experiências com 4 profissionais propondo reflexões e mudanças para você alcançar a efetividade na sua forma de se comunicar.

Veja a programação

Reinaldo Passadori

  • Qual é o X da questão!
  • Comunicação e Encantamento

Luciana Passadori

  • Comunicação comigo mesmo
  • Autoliderança
  • Quem eu Sou

Alonso Garrote

  • Comunicação com o outro

André Arcas

  • Storytelling

Duas salas cheias, e cheia de pessoas interessadas em obter conhecimentos, esse foi o resultado da palestra “O Poder da Comunicação”, ministrada por Reinaldo Passadori no dia 18 de setembro na sede da Passadori Educação e Comunicação.

Durante a apresentação os cerca de 80 participantes puderam entender e interagir com importantes conceitos relacionados a comunicação em nossa sociedade atual e como ela pode ser aperfeiçoada e levar a grandes conquistas no campo pessoa e profissional.

“Foi indescritível o sentimento de felicidade ao vermos que tínhamos duas salas lotadas, até por ser uma terça-feira, pois isso nos mostra como as pessoas estão levando a sério a comunicação e seu papel no desenvolvimento profissional e pessoal”, analisou Passadori.

A primeira parte da palestra marcada pelas dimensões da comunicação mostrou como essa ferramenta pode influenciar  tanto consigo mesmo, quanto com o outro, já a segunda parte ficando reservada para dinâmicas e dúvidas.

Essa foi uma das primeiras ações da Passadori em uma nova estratégia que está sendo implantada para mostrar às pessoas a necessidade de aperfeiçoamento nesse importante campo do saber. E outras novidades vêm por aí!

MELHORE SUA COMUNICAÇÃO VERBAL