Você já se viu em uma situação em que estava tentando se encaixar em um padrão imposto?

Vivemos num mundo onde a padronização de comportamentos, atos, falas e rótulos está em alta, ou seja, ou você se enquadra ou uma série de frustrações irão acontecer.

Observamos diversos cursos de liderança no mercado que ensinam modos, formulas e métodos que funcionam para algumas pessoas. Mas acredito que o que faz um bom líder é o que eu chamo de “IIC” que é sua capacidade de Inovar, Inspirar e Criar.

“Na última turma do AT – Autoliderança Transformadora, tivemos um executivo/líder que sofria com problemas de rejeição e mal conseguia falar sobre isso, obviamente, com um clima favorável conseguiu falar, mas não conseguia entender o porquê desse incomodo tão grande…”

Para realizar o “IIC” com sucesso, devemos nos atentar à um processo que o precede, um processo simples, mas que faz toda a diferença, a Autoliderança.

O Processo de Autoliderança é fundamental para qualquer pessoa, mas principalmente para líderes que precisam inspirar outras pessoas. O processo permite conhecer os próprios limites, as pontes mais difíceis de atravessar, as emoções e suas reações, o que elas causam, lhe proporciona o olhar para dentro, conhecer as adversidades que nos acompanham e que nos travam nos momentos mais importantes da nossa vida, tornar consciente os desafios internos (muitas vezes, vivenciadas na infância), possibilita limpezas profundas e mudança de padrão, mas, isso só é possível por meio do processo de ressignificação e perdão.

Para você ter uma ideia de quanto isso é fundamental, na última turma do AT – Autoliderança Transformadora, tivemos um executivo/líder que sofria com problemas de rejeição e mal conseguia falar sobre isso, obviamente, com um clima favorável conseguiu falar, mas não conseguia entender o porquê desse incomodo tão grande, ele realizou uma experiência profunda e conseguiu lembrar de fatos da sua infância onde sempre era interrompido com autoritarismo pelo seu pai, na ocasião era impedido de completar suas ideias e ainda por cima era chamado de “moleque abusado”. Acontece que esse “moleque abusado” cresceu e se tornou um líder, autoritário, somente suas ideias tinham que prevalecer e eram as únicas capazes de solucionar as questões da empresa, por conta deste comportamento, era ignorado e rejeitado pelos pares e subordinados, sua arrogância, não era aceita no dia a dia e muito menos nos momentos de descontração após expediente.

No curso AT, ele tornou consciente esse fato e conseguiu enxergar que estava apenas repetindo um comportamento de uma pessoa importante na sua vida.  E o melhor, conseguiu perdoar seu pai e ressignificar aquele comportamento para que finalmente não se repetisse. Através da sua experiência vivencial, mudou e percebeu o quanto era auto-prejudicial.  Hoje ele é outra pessoa, consegue valorizar o que tem de bom em si e enxergar essa bondade no outro.

Por isso, eu digo, como é fundamental esse autoconhecer, só enxergamos no outro o que temos dentro de nós… E cada vez mais as empresas estão valorizando pessoas com características únicas e que são capazes de inspirar as melhores qualidades em outras pessoas, para que assim a produtividade aconteça naturalmente e a performance sobressaia através da nova energia que irá contagiar todos em sua volta.

 

CONHEÇA O AUTOLIDERANÇA TRANSFORMADORA

 

 

Luciana Passadori é palestrante, especialista em Liderança Intrapessoal, Ser Integral, Qualidade de Vida, Consultora, Colunista da Revista – Setor Recursos Humanos, Terapeuta Familiar – especialista em Reeducação Emocional através da Inteligência Emocional, Advogada com especialização em Direito de Família e em Psiquiatria Forense pelo NUFOR/USP há 20 anos, pós-graduada em Psicologia Transpessoal. Possui formação em Coaching Integrado – Coaching Executivo, Life Coaching pelo ICI Integrated Coaching Institute – Credenciado pelo ICF International Coach Federation, formação em DISC Profiler pelo instituto 3G e ainda, diversos cursos na área de Desenvolvimento Humano, Autoconhecimento e Autoliderança.  É também, especialista e coordenadora do curso Autoliderança Transformadora na Passadori Educação e Comunicação.

2 comments

  • Maria Luiza M.S.Moraes

    Maria Luiza M.S.Moraes

    Excelente artigo. Objetivo, profundo e extremamente necessário para conhecimento pessoal e profissional. Parabéns à articulista, Sucessos.

    Responder
  • Lucio Matias

    Lucio Matias

    A primeira expressão que veio ao ler esse lindo e emocionante texto foi – Uau – fiquei até sem respirar de tanta emoção. E parabenizo pelo amor e doação a um projeto de transformar vidas, essa é a missão de vcs. Uma linda missão que me inspira e agradeço o universo por ter tido acesso. Gratidão!!! Parabéns.

    Responder

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos marcados são necessários *